Ronaldo

 

Nem tudo que reluz é ouro. (Mas reluz!)



Textos


Quando o medo se faz luz...    

      O medo leva-nos a um precavido recuo e, nesse ínterim, planeja-se a próxima investida em efetivas ações, fundamentadas nas previstas e já arroladas impactantes variáveis. 
     A coragem, sem planejamento, é pura soberba e leva-nos às turvas investidas, envoltas em nuvens de letificantes precipitações que por coincidência, nesse contexto, tem o seu duplo significado.
     O medo deve ser utilizado estrategicamente na confecção do planejamento, para previsão de possibilidades adversas do almejado e, veementemente evitado, nas táticas aplicadas, em pleno “front”, já tomado pelas impiedosas chamas. 
Ronaldo Aparecido Silva
Enviado por Ronaldo Aparecido Silva em 26/12/2019
Alterado em 28/12/2019


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras