Ronaldo

Nem tudo que reluz é ouro. (Mas reluz!)

Textos


O tempo e o desejo.

Apenas a profundidade de teus desejos sobresta o insensato galope do tempo,
Somente o teu profundo querer tem as rédeas para o  indômito passar dos instantes, 
Tão somente os teus quereres montam ou superam o avanço intrépido das horas
Teus desejos te arrebatam...
E tornam-te puro sonho...
Então recebes arreado, o alado e imponente hipomóvel 
Envolto pelos momentos e adornado de múltiplas eras,
Então, tu, o puro sonho, cavalgas soberano pelas quimeras, no exuberante dorso do puro sangue chamado Tempo…
Eis que no Tempo do coração, o desejar profundo é senhor dos “faz de conta”...
Portanto, não te esqueças, jamais prescinda de teus desejos.
Mesmo que o tempo te carimbe com as marcas da senilidade, resista e deseje sempre, lembra-te dos sonhos e rejuvenesça-te!
Nessa lúdica metamorfose,nesse psicológico ínterim, serás feliz... 
Num "faz de conta" pra lá de feliz!

(Ronaldo)
Ronaldo Aparecido Silva
Enviado por Ronaldo Aparecido Silva em 15/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras