Ronaldo

Nem tudo que reluz é ouro. (Mas reluz!)

Textos

O prometido Consolo: Regeneração e Eternidade.


Cronômetros, cronologia
Cio, ciclos, calendários e eras,
Ampulhetas, Sol e sombras,
Luas, marés e menstruações,
Relógios, estações e rugas…
Meros marcadores de tempo
Incapazes de o estancar.
O fruto, o tempo apodrece,
Com o tempo, o homem volta ao pó.
Sem uma fé raciocinada, o tempo é gangrena…
Seria, por fim, o implacável Cronos a superar Deus.
Há, sim, um tempo a suceder os tempos
E a esmorecer os universos
Mas, sempre haverá o hausto divino a eternizar
A fluidez das coloridas e frágeis bolinhas de sabão.
E tudo será para sempre,
Muito mais do que misterioso,
Consoladoras Maravilhas!
Ronaldo Aparecido Silva
Enviado por Ronaldo Aparecido Silva em 28/06/2017
Alterado em 28/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras